terça-feira, novembro 2

Obtuso


A maior indecência de um sentimento é quando você descobre está mais adiante do que deveria. Num tempo mais obtuso do que aquele que a sociedade em teoria nos impõe. Fora da prática, os pré-julgamentos são dissimulados e cruéis.
Se eu desejo ser feliz, se esse direito universal é consentido, porque eu deveria fazer o contrário?
Olho o currículo lattes de decepção com outros olhos, enxergo uma lapidação mais espontânea que não permite mais o choro, nem a vela. Se passou, passou. A distância entre dois corações mostra o seguimento da vida, por hora, inabalável nesse solo de perguntas e respostas inacabadas.
Vamos rememorar as fases sem o olhar clichê "do que poderia ter sido", o futuro existe para que possamos nos colocar frente a ele. Esta é a promessa mais tendenciosa de que a vida não para na vigésima decepção que você venha a ter.
Eu só peço que tudo aconteça com calma, sem a pressa e a ebulição da última vez que permiti a última dose de amor daquele cálice...