domingo, janeiro 17

Tristeza em pretensão



Andar pela tristeza
Ressaca da alegria
Me traz à noite os versos
De dia me faz em poesias
O incontido que aprisiona
Escreve pra se libertar
Os poros se dilatam em palavras
Doses de letras para embriagar
A solidão tem seu aparato
Ao entardecer do dia
O EU torna-se santuário
Rezo pra minha Alegria
No verso acalmo o pranto
Frases de amor para salvar
Paixão vira meu canto
Prosa me deixa a sonhar
Dessa tristeza que assola
Eu me faço canção
Teço meu conto no corpo
Marco palavras no coração.