sábado, fevereiro 15

É muito mais que um cachorro...



Não é apenas um cachorro...'
É quem chegou aqui em casa com três meses e eu eduquei, ensinei a fazer xixi e cocô no jornalzinho e aprendeu com tamanha disciplina.
Não é somente um cachorro...
É quem me acorda logo cedo com pulinhos no lado que durmo da cama.
Não é apenas um cachorro...
É quem me recebe em casa, à porta e ainda faz xixi de tamanha alegria.
Não é apenas um cachorro...
É quem balança o rabo me pedindo para por no colo.
Não é apenas um cachorro...
É quem aprendeu a subir no sofá pra me fazer companhia durante a tv.
Não é apenas um cachorro...
É quem chega junto quando estou triste e não sai de perto de mim um só minuto.
Não é apenas um cachorro...
É quem fica comigo durante todas as manhãs na cozinha enquanto faço o almoço.
Não é apenas um cachorro...
É quem pega a bolinha e me traz pedindo para brincar.
Não é apenas um cachorro...
É quem late desesperadamente quando percebe qualquer briguinha entre eu e meu marido.
Não é apenas um cachorro...
É quem rosna quando escuta qualquer barulho, querendo me defender
Não é apenas um cachorro...
É quem barra a minha saída pedindo para eu levá-la junto.
Não é apenas um cachorro...
É quem dorme comigo quando meu marido viaja.
Não é apenas um cachorro...
É quem fica nos meus pés, bem pertinho da cadeira enquanto eu estudo.
Não é apenas um cachorro...
É um ser vivo que ama, que me traz alegria, que me preocupa, que me escuta mesmo sem entender nada (será?) e que me faz muitas vezes questionar se é mesmo irracional como a ciência afirma, pois costuma surpreender com tanto carinho, me fortalecendo a fé que Deus deposita nesses bichinhos que nos fazem tão felizes.

É por estas e tantas outras coisas que não consigo entender como alguém ainda duvida ou desdenha do amor que a gente tem pelos nossos animais, com a frase tão preconceituosa: É apenas um cachorro. É MUITO MAIS QUE UM CACHORRO, É UM AMIGO, É UM AMOR...


Eu amo você, minha nega Nina.