quarta-feira, novembro 27

Futuro x Presente


Costumo dizer ao meu marido que enquanto ele planeja o futuro, eu me preocupo com o presente. Tenho a necessidade quase vital de aproveitar o instante, o presente que se desenrola numa esfera de sonhos e desejos. Estes últimos projetados para um outro tempo, é verdade, mas não menos difícil ou irrealizável de serem sentidos no agora, afinal, é necessário plantar para poder colher. Nasci com essa intromissão. Até certo tempo da minha vida não conseguia entender o que era morrer, lembro que na minha infância não conseguia visualizar esse fim, no entanto, o ciclo foi se fechando e fui observando a partir da maturidade que esta é a única certeza que nós temos, de um começo (nascimento) e um fim ( a nossa morte). Como tantas outras pessoas, tenho medo dessa passagem, e, muitas vezes, é este medo que me move para ser tão "presentista". Não sei nem se a palavra existe, mas a verdade é que ela tem essa intensidade "invencionista" de quem deseja viver, viver, viver...Sempre fui assim, quem me conhece de longas datas sabe disso, daí também se explica a minha constante disposição para conhecer o novo (lugares, pessoas, experiência). Consigo (re)avaliar minhas falhas, acho que essa é a forma que tenho de tentar consertar, investir, recomeçar para não perder TEMPO, apesar de ter a certeza que perdi inúmeras vezes com situações, pessoas que não valiam nada. Não gosto de perdas, mas, aprendi a me dar com elas. O agora tem pra mim uma poesia que precisa ser recitada a cada instante, e através do sol, vejo esta sacralidade que há num dia, no ofício das horas que serve para nortear o tempo, mas que pode ser incalculável. O céu azul é uma pedra polida por Deus, ter a satisfação de poder contemplá-la é para POUCOS, pouquíssimos, se você pode isto agora, não perca tempo, estes pequenos detalhes são pensados para nós.

O milagre, meus amigos, não cai do céu sem esforço. O sagrado humaniza e dar força, parece contraditório a afirmação, mas ela tem o peso da realidade. Milagre pra mim não é apenas a cura física, milagre é você conseguir despertar em si a sensibilidade una que move o campo delicado da sua existência, a sua VIDA. Se você continua esquecendo o seu presente para tão somente projetar o seu futuro, pare e repense, a vida é AGORA, o que a gente espera também pode acontecer hoje, não apenas amanhã.

CARPE DIEM!